24º dia – Cada pessoa no seu devido lugar

cada pessoa no seu devido lugar
24º dia – Cada pessoa no seu devido lugar – Leitura: Neemias 7.61-65 – Neemias nos surpreende mais uma vez. Ao olhar para as pessoas servindo no templo, ele notou algo que muitos sequer perceberam. Quando Zorobabel trouxe de volta os cativos, eles estavam tão eufóricos que não prestaram atenção aos requisitos mínimos para uma pessoa servir no templo.

Talvez valorizassem apenas as pessoas que tem boa vontade. Mas nós sabemos que precisamos ter muito mais que boa vontade para fazer a Obra do Senhor, Neemias se preocupa em fazer um levantamento das raízes de cada um destes “obreiros”, para verificar se realmente tinha procedência.

Nós vamos ver que alguns (v. 61), não puderam comprovar a linhagem da casa dos seus pais; outros ainda quiseram se impor, mas com misturas entre famílias e foram tratados como imundos, excluídos do sacerdócio (v. 64); também foi pedido que todos aguardassem a presença de um sumo sacerdote com o Urim e o Tumim .

A recomendação de Neemias (em algumas versões chamado de tirsata = governador), tem sentido, pois todas as coisas feitas na obra de Deus devem ter ordem, sentido e responsabilidade. Não se podia comer das coisas sagradas se a pessoa responsável pela santificação não tivesse feito a sua parte. Podemos afirmar, quase com 100% de certeza, que o conflito na igreja de hoje tem a ver com a falta de ordem e procedência das coisas. Embora todo o povo de Deus, na nova aliança seja um ministro (sacerdócio universal), ainda assim Deus comissionou uns para pastores, outros para evangelistas, outros para mestres, etc. Na igreja todos são importantes. Numa igreja com mais de um pastor, todos são pastores, mas há que se levar em consideração duas coisas importantes: a) o chamado é mais importante do que a boa vontade de alguém; a uns Deus deu mais responsabilidades de que a outros.

A falha em discernir a origem e a procedência, compromete toda uma comunidade. Pastores não são feitos da noite para o dia, mas forjados no cadinho da aflição. Deus não aceita serviço misturado, nem algo foram de ordem. Antes de sermos bênçãos para os outros, precisamos sê-lo, para nós mesmos! Certa vez perguntaram a um pastor quantos membros tinha a sua igreja Ele disse: depende. No ROLO, tem muitos; no ROL, tem alguns, agora no RALO mesmo, tem poucos.

Aplicação pessoal:

  1. Ter boa vontade é muito bom. Mas você tem um chamado!
  2. Qual é o seu chamado?
    Se não descobriu ainda, pare tudo e busque a resposta divina.
  3. Se você já descobriu, minha pergunta é: está exercendo o seu chamado, ou tentando fazer o que não foi chamado?
  4. O que está te impedindo de realizar o seu chamado?

Leia mais sobre a função do URIM e TUMIM:


desafio-neemias

Este texto faz parte do devocional Desafio Neemias, com base nos textos de Neemias. Estes devocionais foram escritos pelo pastor Elton Melo e podem ser livremente distribuídos. Se você fez esta campanha, escreva-se o seu comentário e se possível o seu testemunho para o pastor Elton Melo.

Sua opinião sobre este artigo é muito interessante! Escreva:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: