Termine bem e deixe um legado

29 junho, 2022
Palavras-chave: conquista , escalada , final , IBI Curitiba , Moisés
elton-posse-rosto

Palestrante: Pr. Elton Melo

Passagem Bíblica: Deuteronômio 34.1-4

Estamos fechando a campanha de 40 dias de Jejum e Oração de 2022. A leitura do livro de Deuteronômio termina na morte de Moisés, esse personagem fantástico por quem todos temos grande admiração. A vida de Moises pode ser dividida em três fases distintas:

A primeira, até os seus 40 anos de idade, quando ele foi criado no Palácio e instruído na melhor educação do Egito. a segunda fase da sua vida, vai dos quarenta aos oitenta anos, onde ele passa a maior parte deste tempo cuidando das ovelhas do seu sogro, Jetro. Esse segundo período foi marcado por não ter acontecido nada de extraordinário em sua vida. E a terceira e última fase, vai dos oitenta aos cento e vinte anos, quando ele lidera o povo do êxodo até as entradas da terra prometida.

Moisés foi criado para ser ALGUÉM, caiu em desgraça e se tornou um NINGUÉM, mas compreendeu como Deus pode usar um NINGUÉM para fazer a diferença e marcar o seu tempo.

Agora, chegou a hora de sair de cena. A experiência de Moisés momentos antes de sua morte ensina-nos algumas lições pelas quais devemos aprender em nossa travessia no deserto da vida. Observe o texto de Deuteronômio 34.1-7:

1 Então, das campinas de Moabe Moisés subiu ao monte Nebo, ao topo do Pisga, em frente de Jericó. Ali o Senhor lhe mostrou a terra toda: de Gileade a Dã, 2 toda a região de Naftali, o território de Efraim e Manassés, toda a terra de Judá até o mar ocidental, 3 o Neguebe e toda a região que vai do vale de Jericó, a cidade das Palmeiras, até Zoar. 4 E o Senhor lhe disse: “Esta é a terra que prometi, sob juramento a Abraão, a Isaque e a Jacó, quando lhes disse: Eu a darei a seus descendentes. Permiti que você a visse com os seus próprios olhos, mas você não atravessará o rio, não entrará naquela terra”. 5 Moisés, o servo do Senhor, morreu ali em Moabe, como o Senhor dissera. 6 Ele o sepultou em Moabe, no vale que fica diante de Bete-Peor, mas até hoje ninguém sabe onde está o seu túmulo. 7 Moisés tinha cento e vinte anos de idade quando morreu; todavia, nem os seus olhos nem o seu vigor se enfraqueceram.

Para terminar sua vida bem:

1- Obedeça até as últimas instruções do Senhor – v.1.

1 Então, das campinas de Moabe Moisés subiu ao monte Nebo, ao topo do Pisga, em frente de Jericó.

Moisés subiu ao monte Nebo, ao topo de Pisga. Em sua travessia no deserto encontramos Moisés escalando montes. O monte Sinai, por exemplo, ele subiu várias vezes a mando do Senhor. Escalar o monte Sinai exige bom preparo físico, coragem e determinação. Uma altitude aproximada de 2.285 metros, num piso pedregoso e íngreme. Entre as fendas das rochas, Moisés subiu muitas vezes, em obediência a Deus. Mas a subida ao monte Nebo seria diferente. Pois subiria para nunca mais descer. Lá morreu e foi sepultado pelo Senhor. 

Na vida cristã estamos numa constante subida em direção ao céu. Os vários montes que enfrentamos nesta vida como enfermidades, tribulações e demais demandas exigem de nós uma dependência total do Senhor. Assim podemos declarar: Eu te amo, ó Senhor, minha força. O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus é o meu rochedo, em quem me refúgio. Ele é o meu escudo e o poder que me salva, a minha torre alta. (Sl 18:1;2). Que o Senhor continue renovando nossas forças espirituais para continuarmos subindo em direção a eternidade com Deus.

Para terminar sua vida bem:

2 – Contemple a fidelidade do Senhor e descanse nele – v.4a.

4 E o Senhor lhe disse: “Esta é a terra que prometi, sob juramento a Abraão, a Isaque e a Jacó, quando lhes disse: Eu a darei a seus descendentes. Permiti que você a visse com os seus próprios olhos, mas você não atravessará o rio, não entrará naquela terra”.

Ali o Senhor lhe mostrou a terra toda. (Dt 34.1b). Moisés visualizou a promessa de Deus. Do alto do monte contemplou a terra prometida. De escravos do Egito à liberdade e prosperidade numa terra que mana leite e mel. Moisés pode ver pela fé o futuro que Israel desfrutaria se obedecesse ao Senhor. Agora, no final da sua jornada, entraria na eternidade para ver as mais incríveis belezas do céu e desfrutar da presença de Deus. O Senhor jamais nos frustrará. E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito. Santo que ele nos concedeu. (Rm 5.5). Preste atenção naquilo que o Senhor está te mostrando. Como igreja do Senhor somos incluídos em seus planos eternos. Glória a Deus!

Para terminar sua vida bem:

3- Contente-se em saber o sua vida eterna está garantida – v.4b.

4  …. Permiti que você a visse com os seus próprios olhos, mas você não atravessará o rio, não entrará naquela terra”..

Moisés não entrou na terra que viu, mas entrou naquela que não viu. A missão de Moisés havia terminado nesta terra. Deus mostrou para ele a terra prometida, mas o levou para a Canaã celestial. Moisés não morreu frustrado. Em nossa travessia no deserto da vida, muitas vezes nos frustramos com alguns planos que não dão certo. O importante é que a vontade de Deus se realize. Ele tem um plano maior e melhor para cada um de nós. Um dia chegaremos ao final de nossa jornada nesta terra. Saiba que o Senhor que nos acompanhou a cada dia estará nos aguardando para nos receber na eternidade. Não haverá mais pranto, dor, morte e toda forma de mal. Desfrutaremos para sempre da presença gloriosa do Senhor Jesus. Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou”. (Ap 21.4).

Para terminar sua vida bem:

4- Saiba que Deus cuida da nossa vida, dos sonhos e até do nosso legado – v.5,6.

5 Moisés, o servo do Senhor, morreu ali em Moabe, como o Senhor dissera. 6 Ele o sepultou em Moabe, no vale que fica diante de Bete-Peor, mas até hoje ninguém sabe onde está o seu túmulo. 7 Moisés tinha cento e vinte anos de idade quando morreu; todavia, nem os seus olhos nem o seu vigor se enfraqueceram.

Note que Moisés estava bem de saúde, firme no seu corpo físico, apesar dos seus 120 anos de idade. Mas Deus não podia deixar de cumprir a sua Palavra. O povo de Israel o provocou muito no deserto e toda a geração que saiu do Egito, teve que morrer no deserto, à exceção de Calebe e Josué, que em função do relato da viagem de 40 dias (relatado em números 13), permaneceram firmes na fé. Moisés teve uma falha que foi capital para que o Senhor o impedisse de entrar na terra.

Mesmo assim, a fidelidade do Senhor para com o seu grande líder foi marcante até o fim. O Senhor esteve ao seu lado nas suas últimas horas de vida e ainda fez questão de guardar bem o corpo de Moises, para que satanás não o achasse e o usasse como instrumento de idolatria (vemos isso registrado em Judas 9). Deus guarda a nossa vida, mesmo depois que ela acaba aqui na terra.

Com certeza deve ter tido uma grande festa no céu quando Moises em espírito foi recebido na glória. Afinal ele foi o instrumento de Deus para ministrar vida esperança e fé no coração de mais de 3 milhões de judeus pelo deserto.

Conclusão:

Você tem prosseguido firme na caminhada cristã em que pese todas as dificuldades encontradas?  Medite na passagem acima e fortaleça sua fé no Senhor Jesus. 

Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta, tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus. (Hb 12.12).


Deus falou muito ao meu coração sobre este tema na madrugada do dia 12 de fevereiro de 2011 – Eu estava em Pato Branco onde participei do culto de emancipação daquela Igreja e o Senhor atraves desta Palavra, curou meu coração sobre as frustrações que vivemos naquele campo missionário. Foi uma experiência incrível . Preguei esta mensagem no culto a noite, la na Igreja Batista Independente Inspirar de Pato Branco, PR.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: