20/06/2020

Três lições sobre como liderar através das crises

Pregador:
Passage: Josué 3.1-15

Bible Text: Josué 3.1-15 | Pregador: Pr. Elton Melo | Series: Encontro de Pastores | Concordamos que estamos aprendendo novas maneiras de liderar em meio a nossa realidade atual e tem sido impactante acompanhar essas mudanças em diversos lugares do mundo. As transformações aconteceram quando mudamos dos nossos prédios para as casas, do analógico para o digital, do pânico para um certo senso de calma, e toda essa mudança tem sido incrível.
A verdade, no entanto, é que estamos adentrando numa nova estação que não se parecerá em nada com a que estávamos antes do COVID-19 ou com a que estamos agora, mas para viver esta nova estação de vida precisamos estar preparados.
Ao refletir sobre o tempo que estamos vivendo podemos aprender algo de uma história no Antigo Testamento, quando Deus levanta Josué como o novo líder que guiaria o povo de Israel para uma nova estação de vida e liderança rumo à Terra Prometida.
De certo que não deve ter sido tão simples para Josué sair da sombra de uma lenda como Moisés para assumir seu posto, afinal, ele foi um grande líder e amado pelo povo, a Bíblia o descreve como o homem mais manso da Terra. Ainda assim, independentemente do tamanho do desafio do chamado de Josué, Deus usa uma crise para prepará-lo e estabelecer sua liderança aos olhos do povo.
Mesmo hoje, podem haver muitos “Moisés” em nosso meio, eu mesmo me considero um, mas há grandes princípios que podemos aprender com a vida e preparação de
Josué e gostaria de listar com você três lições sobre como liderar através das crises.
LIÇÃO 1: QUASE SEMPRE HAVERÁ UM OBSTÁCULO ENTRE O AQUI E O NOSSO DESTINO
Na história de Josué podemos observar que crises já eram comuns desde aquela época.
“De manhã bem cedo, Josué e todos os israelitas saíram de Sitim, e foram para o Jordão, onde acamparam antes de atravessar o rio. […] O Jordão transborda em ambas as mar- gens na época da colheita.” Josué 3.1 e 15a
Uma época terrível para o povo cruzar um rio com algumas centenas de milhares de pessoas, não é mesmo? Também acredito que você concordaria comigo que este é um momento terrível para um vírus paralisar o mundo inteiro.
Tínhamos muitos projetos para este ano. Acredito que muitos pastores e líderes também estavam no ímpeto de seu ministério até estourar uma pandemia mundial.
No entanto a questão é: a inundação do rio no tempo de Josué, ou o vírus no nosso tempo, foram eles uma surpresa para Deus? Eu penso que não, pois é tremendamente difícil surpreender um Deus onisciente.
Deus é onisciente, então, só porque foi uma surpresa para nós, não significa que foi uma surpresa para Ele, e se não foi uma surpresa para Ele, então Ele já trabalhou em uma solução antes mesmo que soubéssemos que haveria este problema.
Assim como nós, Josué precisava daquele problema para preparar sua liderança para a próxima estação, por isso Deus usou a crise.
Neste momento, parece que essa crise aconteceu no tempo errado, mas foi no exato tempo correto para nós e para Deus.
Então, reconheça que crises frequentemente nos impulsionam para dentro da nova estação de liderança que Deus tem para nossa vida.
LIÇÃO 2: O QUE O GUIOU NA ESTAÇÃO PASSADA PODE NÃO O SUSTENTAR AGORA
Essa não foi a primeira cruzada de extensões de água aparentemente impossíveis de se atravessar, que estava entre o povo de Deus e seu destino.
Ao saírem do Egito eles tiveram que cruzar um enorme mar, mas Deus já havia orquestrado tudo para parecer que eles estavam encurralados e sem saída. Enquanto reclamavam . voltarem ao Egito, eles não perceberam que Deus já tinha uma solução para aquela crise. Deus ordenou a Moisés que pegasse seu cajado e estendesse as mãos sobre as águas e enquanto ele fizesse isso, Deus guiava o povo para atravessar o mar sobre terra seca.
Josué era um jovem assistente de Moisés na época e testemunhou esse milagre. Anos depois, quando chegou a hora de atravessar o rio Jordão, acredito que ele tenha se lembrado daquele dia, e provavelmente foi tentado a repetir o que havia funcionado com Moisés, mas a Bíblia nos deixa claro que Deus tinha um plano fresco para uma nova estação.
Três dias depois, os oficiais percorreram o acampamento, e deram esta ordem ao povo: “Quando virem a arca da aliança do Senhor, o seu Deus, e os sacerdotes levitas carregando a arca, saiam das suas posições e sigam-na. Mas mantenham a distância de cerca de novecentos metros entre vocês e a arca; não se aproximem!” Desse modo saberão que caminho seguir, pois vocês nunca passaram por lá. Josué 3.2-4
Moisés levantou sua mão com o cajado, mas Deus tinha um plano diferente para Josué poder avançar para sua próxima estação. O que funcionou para Moisés não iria funcionar com Josué. Trazendo a nossa realidade, vou listar três perguntas necessárias que nortearão o seus planos para essa nova estação.

O que podemos parar de fazer na nova estação que já não tenha acrescentado valor na estação passada?

Muitos dizem que toda grande ideia tem uma data de validade, então, aproveite esse tempo para analisar o que fazia parte da estação passada e que não vale a pena levar para a estação seguinte.
Na nossa igreja local pensamos muito a respeito disso e pudemos a partir da nossa análise efetuar algumas mudanças.
Por exemplo, identificamos que no nosso momento de dízimos e ofertas, mais pessoas que preferem contribuir por meio das plataformas digitais, então, em vez de passarmos os cestos, vamos apenas colocar uma caixa na parede para aqueles que quiserem trazer seus dízimos e ofertas. Desafio você a reunir-se com sua equipe e ter uma discussão sobre isso com base na sua realidade.
• O que podemos começar a fazer para melhorar como lideramos nosso povo?
Assim como vocês, migramos as reuniões presenciais dos nossos pequenos grupos para o virtual. Vamos voltar a nos reunir pessoalmente um dia, mas aqui está um comentário que eu ouvi não muito tempo atrás de uma das nossas jovens mães: “Eu espero que vocês pensem sobre como mesclar o virtual e as reuniões presenciais. Nós que temos bebês pequenos, durante esse tempo, por estarmos fazendo as reuniões virtualmente, pudemos nos comunicar e participar do grupo mais frequentemente do que podíamos até antes desse momento”. Como líderes, precisamos pensar sobre isso.
Também aprendemos a pastorear nosso povo melhor. Não sei quantas vezes eu ouvi pessoas dizendo que se sentem melhor cuidadas nesse tempo do que anteriormente. E tínhamos receio de que isso não aconteceria, ficamos com medo de que as pessoas se dispersassem, pois tudo o que sabíamos fazer, era como fazíamos presencialmente e ainda assim, nossos membros se sentem mais cuidados atualmente. Agora vamos procurar entender o porquê eles se sentem melhores cuidados nesse momento do que antes.
• O que precisamos continuar a fazer que estávamos fazendo bem na estação anterior?
Você não precisa jogar tudo fora, certamente tiveram bênçãos que foram bastante efetivas na estação anterior e que devem ser mantidas na nova estação. Então, como pastores e líderes precisamos identificar o que Deus abençoou na estação passada e que pode continuar na próxi- ma estação. Este questionamento é um ótimo iniciador de conversa para você e sua equipe.
Sempre que tiver uma crise entre onde você está e para onde você precisa ir, lembre-se: o que fez você passar na última crise pode não sustentar você nesta nova estação.
LIÇÃO 3 : DEUS USARÁ SUA RESPOSTA NA ATUAL CRISE PARA ESTABELECER SUA LIDERANÇA NA NOVA ESTAÇÃO
Josué não sabia ao certo o que Deus ia fazer durante aquela crise, mas ele aplicou fé de que Ele faria algo e que seriam maravilhas: “Josué ordenou ao povo: ‘Santifiquem-se, pois amanhã o Senhor fará maravilhas entre vocês’” (Josué 3.5). Josué poderia ter dado inúmeras desculpas para contornar aquela situação, mas ele escolheu confiar no controle de Deus para fazê-los atravessar.
Acredito que, se não houvesse nenhuma adversidade, Josué viveria pelo menos por muito tempo, debaixo da sombra de Moisés. Provavelmente até aquele momento as pessoas o questionavam em suas ações pelo fato dele não ser como o líder anterior que eles haviam seguido por tanto tempo. Mas por causa dessa adversidade, Deus estabeleceu a liderança e revelou o verdadeiro caráter de líder de Josué.
E disse aos sacerdotes: “Levantem a arca da aliança e passem à frente do povo”. Eles a levantaram e foram na frente. E o SENHOR disse a Josué: “Hoje começarei a exaltá-lo à vista de todo o Israel, para que saibam que estarei com você como estive com Moisés”. Josué 3.6-7
Você não eleva sua liderança na ausência de adversidade, você eleva sua liderança por causa da adversidade.
Grandes líderes veem adversidades como bênçãos e não como fardos.
Os “Moisés” em nosso meio são aqueles que têm seguido e têm sido fiéis a Deus por muito tempo. Eles estabeleceram os fundamentos e são os ombros em que nos sustentam enquanto os seguimos.
Josué não falou mal ou usurpou a autoridade de Moisés, pelo contrário, ele o honrou com serviço fiel por vários anos e por isso, pessoas foram mais facilmente persuadidas a segui-lo também. Talvez você esteja debaixo da sombra de algum “Moisés” hoje, então, quero dar a você dois conselhos:
• Sempre honre a liderança e autoridade de seu Moisés.
• Esta é a sua estação e você já tem o que é necessário para vivê-la.
Há novas maneiras de se liderar nessa nova estação e, aqueles que são “Moisés”, saibam que precisamos de sua liderança desesperadamente nesse tempo. Deus vai usar a crise atual para estabelecer a sua liderança se você mantiver seus olhos focados Nele e atitudes cheias de fé.
Esta crise não é uma surpresa para Deus, você poderia ter nascido em qualquer época da história, poderia viver em qualquer lugar no planeta, mas você nasceu e vive onde está agora para cumprir o propósito Dele e liderar sua igreja nessa nova realidade que está por vir.

Esta ministração foi feita aos Pastores Batistas Independentes na cidade de Ponta Grossa, Paraná.

Concordamos que estamos aprendendo novas maneiras de liderar em meio a nossa realidade atual e tem sido impactante acompanhar essas mudanças em diversos lugares do mundo. As transformações aconteceram quando mudamos dos nossos prédios para as casas, do analógico para o digital, do pânico para um certo senso de calma, e toda essa mudança tem sido incrível.

A verdade, no entanto, é que estamos adentrando numa nova estação que não se parecerá em nada com a que estávamos antes do COVID-19 ou com a que estamos agora, mas para viver esta nova estação de vida precisamos estar preparados.

Ao refletir sobre o tempo que estamos vivendo podemos aprender algo de uma história no Antigo Testamento, quando Deus levanta Josué como o novo líder que guiaria o povo de Israel para uma nova estação de vida e liderança rumo à Terra Prometida.

De certo que não deve ter sido tão simples para Josué sair da sombra de uma lenda como Moisés para assumir seu posto, afinal, ele foi um grande líder e amado pelo povo, a Bíblia o descreve como o homem mais manso da Terra. Ainda assim, independentemente do tamanho do desafio do chamado de Josué, Deus usa uma crise para prepará-lo e estabelecer sua liderança aos olhos do povo.

Mesmo hoje, podem haver muitos “Moisés” em nosso meio, eu mesmo me considero um, mas há grandes princípios que podemos aprender com a vida e preparação de

Josué e gostaria de listar com você três lições sobre como liderar através das crises.

LIÇÃO 1: QUASE SEMPRE HAVERÁ UM OBSTÁCULO ENTRE O AQUI E O NOSSO DESTINO

Na história de Josué podemos observar que crises já eram comuns desde aquela época.

"De manhã bem cedo, Josué e todos os israelitas saíram de Sitim, e foram para o Jordão, onde acamparam antes de atravessar o rio. [...] O Jordão transborda em ambas as mar- gens na época da colheita." Josué 3.1 e 15a

Uma época terrível para o povo cruzar um rio com algumas centenas de milhares de pessoas, não é mesmo? Também acredito que você concordaria comigo que este é um momento terrível para um vírus paralisar o mundo inteiro.

Tínhamos muitos projetos para este ano. Acredito que muitos pastores e líderes também estavam no ímpeto de seu ministério até estourar uma pandemia mundial.

No entanto a questão é: a inundação do rio no tempo de Josué, ou o vírus no nosso tempo, foram eles uma surpresa para Deus? Eu penso que não, pois é tremendamente difícil surpreender um Deus onisciente.

Deus é onisciente, então, só porque foi uma surpresa para nós, não significa que foi uma surpresa para Ele, e se não foi uma surpresa para Ele, então Ele já trabalhou em uma solução antes mesmo que soubéssemos que haveria este problema.

Assim como nós, Josué precisava daquele problema para preparar sua liderança para a próxima estação, por isso Deus usou a crise.

Neste momento, parece que essa crise aconteceu no tempo errado, mas foi no exato tempo correto para nós e para Deus.

Então, reconheça que crises frequentemente nos impulsionam para dentro da nova estação de liderança que Deus tem para nossa vida.

LIÇÃO 2: O QUE O GUIOU NA ESTAÇÃO PASSADA PODE NÃO O SUSTENTAR AGORA

Essa não foi a primeira cruzada de extensões de água aparentemente impossíveis de se atravessar, que estava entre o povo de Deus e seu destino.

Ao saírem do Egito eles tiveram que cruzar um enorme mar, mas Deus já havia orquestrado tudo para parecer que eles estavam encurralados e sem saída. Enquanto reclamavam . voltarem ao Egito, eles não perceberam que Deus já tinha uma solução para aquela crise. Deus ordenou a Moisés que pegasse seu cajado e estendesse as mãos sobre as águas e enquanto ele fizesse isso, Deus guiava o povo para atravessar o mar sobre terra seca.

Josué era um jovem assistente de Moisés na época e testemunhou esse milagre. Anos depois, quando chegou a hora de atravessar o rio Jordão, acredito que ele tenha se lembrado daquele dia, e provavelmente foi tentado a repetir o que havia funcionado com Moisés, mas a Bíblia nos deixa claro que Deus tinha um plano fresco para uma nova estação.

Três dias depois, os oficiais percorreram o acampamento, e deram esta ordem ao povo: “Quando virem a arca da aliança do Senhor, o seu Deus, e os sacerdotes levitas carregando a arca, saiam das suas posições e sigam-na. Mas mantenham a distância de cerca de novecentos metros entre vocês e a arca; não se aproximem!” Desse modo saberão que caminho seguir, pois vocês nunca passaram por lá. Josué 3.2-4

Moisés levantou sua mão com o cajado, mas Deus tinha um plano diferente para Josué poder avançar para sua próxima estação. O que funcionou para Moisés não iria funcionar com Josué. Trazendo a nossa realidade, vou listar três perguntas necessárias que nortearão o seus planos para essa nova estação.

  • O que podemos parar de fazer na nova estação que já não tenha acrescentado valor na estação passada?

Muitos dizem que toda grande ideia tem uma data de validade, então, aproveite esse tempo para analisar o que fazia parte da estação passada e que não vale a pena levar para a estação seguinte.

Na nossa igreja local pensamos muito a respeito disso e pudemos a partir da nossa análise efetuar algumas mudanças.

Por exemplo, identificamos que no nosso momento de dízimos e ofertas, mais pessoas que preferem contribuir por meio das plataformas digitais, então, em vez de passarmos os cestos, vamos apenas colocar uma caixa na parede para aqueles que quiserem trazer seus dízimos e ofertas. Desafio você a reunir-se com sua equipe e ter uma discussão sobre isso com base na sua realidade.

• O que podemos começar a fazer para melhorar como lideramos nosso povo?

Assim como vocês, migramos as reuniões presenciais dos nossos pequenos grupos para o virtual. Vamos voltar a nos reunir pessoalmente um dia, mas aqui está um comentário que eu ouvi não muito tempo atrás de uma das nossas jovens mães: “Eu espero que vocês pensem sobre como mesclar o virtual e as reuniões presenciais. Nós que temos bebês pequenos, durante esse tempo, por estarmos fazendo as reuniões virtualmente, pudemos nos comunicar e participar do grupo mais frequentemente do que podíamos até antes desse momento”. Como líderes, precisamos pensar sobre isso.

Também aprendemos a pastorear nosso povo melhor. Não sei quantas vezes eu ouvi pessoas dizendo que se sentem melhor cuidadas nesse tempo do que anteriormente. E tínhamos receio de que isso não aconteceria, ficamos com medo de que as pessoas se dispersassem, pois tudo o que sabíamos fazer, era como fazíamos presencialmente e ainda assim, nossos membros se sentem mais cuidados atualmente. Agora vamos procurar entender o porquê eles se sentem melhores cuidados nesse momento do que antes.

• O que precisamos continuar a fazer que estávamos fazendo bem na estação anterior?

Você não precisa jogar tudo fora, certamente tiveram bênçãos que foram bastante efetivas na estação anterior e que devem ser mantidas na nova estação. Então, como pastores e líderes precisamos identificar o que Deus abençoou na estação passada e que pode continuar na próxi- ma estação. Este questionamento é um ótimo iniciador de conversa para você e sua equipe.

Sempre que tiver uma crise entre onde você está e para onde você precisa ir, lembre-se: o que fez você passar na última crise pode não sustentar você nesta nova estação.

LIÇÃO 3 : DEUS USARÁ SUA RESPOSTA NA ATUAL CRISE PARA ESTABELECER SUA LIDERANÇA NA NOVA ESTAÇÃO

Josué não sabia ao certo o que Deus ia fazer durante aquela crise, mas ele aplicou fé de que Ele faria algo e que seriam maravilhas: “Josué ordenou ao povo: ‘Santifiquem-se, pois amanhã o Senhor fará maravilhas entre vocês’” (Josué 3.5). Josué poderia ter dado inúmeras desculpas para contornar aquela situação, mas ele escolheu confiar no controle de Deus para fazê-los atravessar.

Acredito que, se não houvesse nenhuma adversidade, Josué viveria pelo menos por muito tempo, debaixo da sombra de Moisés. Provavelmente até aquele momento as pessoas o questionavam em suas ações pelo fato dele não ser como o líder anterior que eles haviam seguido por tanto tempo. Mas por causa dessa adversidade, Deus estabeleceu a liderança e revelou o verdadeiro caráter de líder de Josué.

E disse aos sacerdotes: “Levantem a arca da aliança e passem à frente do povo”. Eles a levantaram e foram na frente. E o SENHOR disse a Josué: “Hoje começarei a exaltá-lo à vista de todo o Israel, para que saibam que estarei com você como estive com Moisés”. Josué 3.6-7

Você não eleva sua liderança na ausência de adversidade, você eleva sua liderança por causa da adversidade.

Grandes líderes veem adversidades como bênçãos e não como fardos.

Os “Moisés” em nosso meio são aqueles que têm seguido e têm sido fiéis a Deus por muito tempo. Eles estabeleceram os fundamentos e são os ombros em que nos sustentam enquanto os seguimos.

Josué não falou mal ou usurpou a autoridade de Moisés, pelo contrário, ele o honrou com serviço fiel por vários anos e por isso, pessoas foram mais facilmente persuadidas a segui-lo também. Talvez você esteja debaixo da sombra de algum “Moisés” hoje, então, quero dar a você dois conselhos:

• Sempre honre a liderança e autoridade de seu Moisés.

• Esta é a sua estação e você já tem o que é necessário para vivê-la.

Há novas maneiras de se liderar nessa nova estação e, aqueles que são “Moisés”, saibam que precisamos de sua liderança desesperadamente nesse tempo. Deus vai usar a crise atual para estabelecer a sua liderança se você mantiver seus olhos focados Nele e atitudes cheias de fé.

Esta crise não é uma surpresa para Deus, você poderia ter nascido em qualquer época da história, poderia viver em qualquer lugar no planeta, mas você nasceu e vive onde está agora para cumprir o propósito Dele e liderar sua igreja nessa nova realidade que está por vir.


Esta ministração foi feita aos Pastores Batistas Independentes na cidade de Ponta Grossa, Paraná.

Sua opinião sobre este artigo é muito interessante! Escreva:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: